nota a nota quando calha, quando estou para aí virado
.posts recentes

. NOTASSEMUITO

. VOLTAR

. nota-se logo

. Dezasseis meses depois

. Nota-se que já é Junho!

. A 3ª Nota

. Nota de Re-Abertura

. Nota de Abertura

.arquivos

. Novembro 2010

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Junho 2005

. Fevereiro 2005

Terça-feira, 15 de Fevereiro de 2005
Nota de Abertura
Esta história dos blogs ainda é um assunto quase esotérico para mim.
Na revista da Deco, vi um titulo: "Blogues como criar um", assim mesmo, sem :, (quero dizer sem dois pontos, virgula ou qualquer outra pontuação) em que era explicado mais ou menos tim tim por hergé, perdão por tim tim como se pode criar o tal blog.
Fiquei muito satisfeito, porque parece que não é preciso incubadora, nem alimentações especiais, lá fui seguindo as instruções, e aqui estou.
Claro que isto ainda está muito despido, estilo casa de recém casados sem dinheiro, nem lata ou arte para convencerem uns desgraçados duns vagos familiares, eventuais amigos dos pais e colegas, a virem compartilhar o grande dia do casamento com os noivos, e com todos os que lhes são queridos, ou melhor, caros, porque as listas de prendas são muitas vezes obscenas, pelos artefactos e electrodomésticos que são sugeridos como paga pela participação no copo de água.
A intenção é ir debitando notas ( e creditando, e acreditando) que alguém alguma vez as lerá, e lhes achará alguma valia, ou se mais valia estar sossegado.
Por aqui me fico, que são duas da matina da noite que foi do dia dos namorados, e até já me referi a recém casados.
publicado por Joao Alves às 02:00
link do post | comentar | favorito
|
4 comentários:
De johnnny a 16 de Fevereiro de 2005 às 01:35
Pensa bem: http://www.bloco.org/index.php?option=com_docman&task=doc_download&gid=26&mode=view
De johnnny a 16 de Fevereiro de 2005 às 01:29
Pensa bem: http://www.bloco.org/index.php?option=com_docman&task=doc_download&gid=26&mode=view
De liebchan a 15 de Fevereiro de 2005 às 23:33
1 noivo que no seu casamento não tivesse pago impostos sobre o enxoval da noiva nos últimos 3 anos FUGIU AO FISCO segundo o dr Francisco Louçã no debate da RTP1.
Foi o que aconteceu entre 3 bancos que decidiram trabalhar juntos a partir de determinada data.
Pior é que o eng. josé Socrates , sem saber ao menos do que o seu parceiro reivindicava apresentou total solidariedade com a ideia.
Francisco Louçã acredita que o facto de o noivo receber o enxoval já feito é lucro(maisvalia) e como tal sujeito a impostos.
O eng José Socrates no debate disse linearmente que não comprometia com nada , apenas quando estivesse no governo, logo estudaria o que possa vir a fazer , chegando no caso da segurança social em matéria de reformas a admitir não fazer nada até que o sistema comece a mostrar ruptura.
No anterior debate o eng Socrates havia prometido aumentar a idade da reforma , neste debate muda de posição dizendo que logo se vê.
O eng. José Socrates admitiu tambem não saber com quem governar no caso de não obtenção de maioria absoluta.
O dr Francisco Louçã admitiu vagamente poder vir a fazer parte do governo ou apoiar ate que sejam cumpridas as suas reivindicações, deixando no ar a ideia que não se importa de causar de novo eleições antecipadas , logo que o Partido Socialista não o satisfaça.
Acredito que este debate exclareceu imenso os portugueses.
De teco a 15 de Fevereiro de 2005 às 22:49
Quanto a crédito de notas, neste momento estamos em débito . Quando puderes visita :http://apologo.blogs.sapo.pt/

Comentar post

.mais sobre mim
.pesquisar
 
.Novembro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
25
26
27
28
29
30
.Fazer olhinhos
blogs SAPO
.subscrever feeds